RMS - Rede de Mobilização Social

Vacinação anual contra a gripe terá nova estratégia

 

Por Jefferson Guimarães

O Ministério da Saúde está implantando uma nova estratégia de vacinação contra a gripe. Dessa vez, além dos idosos e da população indígena, crianças entre seis meses e dois anos, gestantes e profissionais da saúde também serão imunizados.

A vacina que será distribuída pela rede pública protege contra os três principais vírus presentes no hemisfério Sul, entre eles o da Influenza A (H1N1), que ficou conhecida como Gripe Suína e preocupou o mundo com uma epidemia em 2009.

Esse será a 13ª Campanha Nacional de Vacinação. A ação acontecerá entre 25 de abril a 13 de maio em 65 mil postos distribuídos por todo o Brasil. O dia 30 de abril (um sábado) será o Dia “D” de Mobilização Nacional, um marco para estimular a ida da população aos pontos de imunização.  “Estamos incluindo três grupos importantes na campanha e esse é o momento de sensibilizar e informar a população, principalmente esse novo público, para que procurem os postos de saúde durante a campanha e tomem a vacina”, informou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Esse novo público foi definido observando o comportamento das infecções respiratórias. As complicações da influenza são mais comuns nesses grupos: idosos e crianças com idade entre seis meses e dois anos e gestantes, que também são muito vulneráveis. Neste caso, a principal forma de prevenção é a vacinação. A meta do Ministério da Saúde, Estados e municípios é vacinar 80% da população alvo, o que representa cerca de 23,8 milhões de pessoas. 

Atenção especial – Os pais devem levar seus filhos duas vezes para receber a vacina. Na primeira, a criança receberá meia dose, e deve voltar ao posto após 30 dias para que seja aplicada a outra metade da dose.

A vacina é segura para todos e não oferece risco, é contra indicada apenas para quem tem alergia à proteína do ovo. Pessoas com deficiência na produção de anticorpos, seja por problemas genéticos, imunodeficiência ou terapia imunossupressora devem consultar o médico primeiro.

Para saber outras informações sobre a vacinação e a Influenza A, acesse o site do Ministério da Saúde.

Exibições: 105

Comentar

Você precisa ser um membro de RMS - Rede de Mobilização Social para adicionar comentários!

Entrar em RMS - Rede de Mobilização Social

Membros

Parceiros

© 2020   Criado por Rede de Mobilização Social.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço