Desafio ajuda associações de combate à doença degenerativa

Por Jefferson Guimarães

Se você é usuário de redes sociais, como Instagram e Facebook, deve ter percebido que nas últimas semanas uma nova mania tem tomado conta do ambiente virtual – O Desafio do Balde de Gelo. A brincadeira funciona da seguinte forma: você é desafiado a jogar, em si mesmo, um balde de água com gelo, da cabeça aos pés.  E para não quebrar a corrente, desafia outros amigos a participarem. Tudo isso é registrado em pequenos vídeos postados nas redes sociais em até 24 horas.

Mas você sabia que a verdadeira intenção da brincadeira é chamar atenção para uma doença degenerativa? Tudo começou nos Estados Unidos e se popularizou aqui no Brasil. Originalmente conhecida como #IceBucketChallenge, a campanha busca arrecadar fundos para a  ALS Association, que ajuda no tratamento da Esclerose Lateral Amiotrófica (ou ALS, na sigla em inglês).

Conhecida no Brasil como ELA, a doença é neurodegenerativa, progressiva e fatal. O problema afeta o sistema nervoso central e é comum entre pessoas que têm de 40 a 70 anos de idade. Só nos Estados Unidos, 5,6 mil pessoas são diagnosticadas por ano. No Brasil, são 14 novos diagnósticos por dia, de acordo com as informações da Associação Pró-Cura da ELA.

O primeiro vídeo do desafio foi postado no dia 15 de julho pelo jogador de golfe Chris Kennedy. Pete Frates, de 29 anos, que vive em Boston e é portador da doença, viu e gostou da ideia. Mesmo sem ter sido desafiado  e sem tomar o banho de gelo, ele postou um vídeo acanhado, convocando mais dez amigos. Logo o desafio ganhou força no campus da Universidade de Boston, que recebe alunos de mais de 80 países. 

O Desafio do Balde de Gelo se popularizou. Isso, graças à ajuda de celebridades que aderiram à causa e compartilharam a ideia com seus milhares de seguidores. O cantor Justin Timberlake e o ator Ansel Elgort foram alguns dos primeiros a puxar a corrente, que já tem participantes como o criador da Microsoft Bill Gates, a cantora Taylor Swift, o jogador português Cristiano Ronaldo e a apresentadora Oprah Winfrey, entre outros.

(Justin Timberlake)

A princípio, quem não aceitasse pagar a prenda poderia optar por doar 100 dólares à associação, mas a proposta original acabou se transformando. E agora quem é desafiado, além do banho, também faz sua doação.

De acordo com o Facebook, mais de 15 milhões de pessoas já postaram mensagens sobre o desafio ou interagiram com essas postagens - a ALS já arrecadou mais de 2 milhões de dólares.

No Brasil, celebridades e anônimos também entraram nessa onda e estão ajudando instituições como AbrELA e a Pró-Cura da Ela

Apresentadores como Luciano Huck e Rodrigo Faro, atores como Rodrigo Simas, Fernanda Paes Leme e Claudia Raia, além de cantores, jogadores de futebol e outras celebridades também já gravaram seus vídeos, desafiando amigos e lembrando o mais importante: a doação.  

(Ana Maria Braga e Fátima Bernardes)

O Ator Luciano Szarfir já é um defensor da causa há algum tempo. Sua irmã Alexandra Szarfir sofre com a doença e ele produziu um vídeo para explicar melhor sua luta. Assista:

É bom lembrar que, independente de receber o desafio e participar da corrente do #IceBucketChallenge, sua doação é sempre bem-vinda para ajudar as associações. A Rede de Mobilização Social apoia essa causa e te convida a apoiar também. 

Exibições: 112

Comentar

Você precisa ser um membro de RMS - Rede de Mobilização Social para adicionar comentários!

Entrar em RMS - Rede de Mobilização Social

Membros

Parceiros

© 2016   Criado por Rede de Mobilização Social.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço