RMS - Rede de Mobilização Social

Pela Redução da Mortalidade Infantil

Informação

Pela Redução da Mortalidade Infantil

Este grupo foi criado para incentivar o debate sobre o tema mortalidade infantil. A idéia é que, a partir de histórias os participantes possam interagir em prol da luta contra a mortalidade infantil.

Local: Brasil
Membros: 42
Última atividade: 13 Maio, 2016

Fórum de discussão

Dicas

Para uma gravidez saudável é muito importante fazer o acompanhamento pré-natal. Saiba como aliviar alguns desconfortos http://bit.ly/9rgdypContinuar

Iniciado por Patrícia Vasconcelos 22 Jul, 2010.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Pela Redução da Mortalidade Infantil para adicionar comentários!

Comentário de Ivan Carlos Cruz Bezerra em 20 agosto 2010 às 8:37
A vinda de mais um integrante

A primeira imprensão é sempre a de desespero e que muitas famílias se sentem despreparadas para receber o filho, que está prestes a integralizar a família. Há sempre os mais preocupados e os menos preparados para cuidar da criança, o que faz com que muitos pais se sintam culpados por não saberem como cuidar de seu filho. A responsabilidade é antes de tudo, fundamental para garantir que os filhos cresçam com saúde e principalmente, integralizados com a família e o mundo. Mais do que adquirir responsabilidades para que sirvam de exemplo para os filhos no futuro, os pais tem a grande missão de acompanhar o processo de crescimento e encorajar os filhos para encararem a vida, à medida que eles vão crescendo e passam a adquir qualidades e características próprias deles.
Por isso, uma boa educação depende primeiramente de boas atitudes de boas pessoas e referências, que começam desde cedo em casa, com os pais.
Comentário de CLAUDINHA POETA LONDRINA BRASIL em 19 agosto 2010 às 8:54
Bom dia !

Existe na rede de educação pública algum material didático que possibilite educar jovens adolescentes aos meios de prevenção
a gravidez e aos risco da diversas doenças sexualmente transmissíveis com avaliações curriculares no primeiro e segundo grau...O viés do educar existe alguma matéria especifica que adentra sob otica da prevenção da gravidez na juventude, incluída como laboratório preventivo da gestação ser evitada em período de desenvolvimento da maturidade,pois é visível muitas grávidas e gravidos muitos jovens ,sem estrutura psiquica para assumir tal responsabilidade e muitas vezes as avós não por falta de desejo,mais por impossibilidades mesmo não podem dar também os devidos zelos da vida infantil como deveria, o assunto é complexo e na praxis há continuo problema social ....dar a devida assistência médica,dar a devida assistência familiar(educação,trabalho),dar de fato autonomia para que as familias saibam ter seus controle de natalidade,e ter consciência da profunda responsabilidade que lhes cabem perante uma nova vida em família ! O assistencialismo social tem que ter nova linha de construção de libertação para sua população carente,pois de fato nossa carência é dar fim ao nível de pobreza da massa,que passa por díficuldade economicas que torna sensivel estrutura da família !!!
Modo-de-produção e mais valia tem que estar de fato na condição humana de sobrevivência numa DEMOCRACIA !!!
Exclusão e invisbilidade humana gera anomias graves ,e consequentemente há mortalidade infantil é verdade , tanto quanto na adolescência, maturidade e melhor idade ... O caminhar do individuo desde o útero até sua melhor idade é de responsabilidade politica,economica e social ,não só pelo VOTO ,mais pela atuação no MANDATO ...Olhamos de forma preoculpada pois percebemos que nossa sociedade não carente e carente vivem em dois mundos diferentes e divergentes entre si mesmo ...Desejando que esse olhares sejam iguais e convergentes de fato pela pratica da DEMOCRACIA de fato !!!

CONSCIÊNCIA POLÍTICA DO VALOR DA VIDA NEONATAL POR MEIOS DA VISÃO NEOREALISTA DA NOSSA DO NOSSO DÉFICIT SOCIAL DE FATO ...

CORDIALMENTE , CLAUDINHA POETA
Comentário de Ivan Carlos Cruz Bezerra em 19 agosto 2010 às 8:13
A importância do Pré-Natal

Fazer o acompanhamento periódico do bebê em seu estado inicial é muito fundamental. Mais do que detectar possíveis anomalias é garantir um futruro tranquilo e saudável para todas as crianças.
É por isso que o Pré-Natal torna-se importante: Para evitar que a familia não tenha surpresas com tais imprevistos ao futuro filho(a).
Então não se esqueça! a saúde do bebê depende não somente dos cuidados da mãe, mas de todos que ao lado dele convivem!
Comentário de Rede de Mobilização Social em 18 agosto 2010 às 18:29
Contamos com vocês, Ivan e Noka, para engrossar essa corrente de solidariedade. O Brasil ainda tem muito a vencer na área da saúde. Mas, já é possível festejar avanços e resultados. Informação é fundamental para qualificar cada vez mais a saúde e orientar a população. Por isso, é muito importante que cada um de nós faça a sua parte. Continue contribuindo e convide seus amigos, parentes, vizinhos a participarem dessas reflexões.
Comentário de Noka Hisses em 18 agosto 2010 às 15:29
Concordo com você Ivan, acredito que aqueles que tem conhecimento e informações devem transmiti-los para quem não tem acesso aos mesmos ou até mesmo nem imagina que os possui. A internet é uma ferramenta poderosa para a divulgação de informações, temos de saber como usá-las para ajudar nossos próximos e tornar o mundo um lugar melhor e mais justo para todos.
Comentário de Ivan Carlos Cruz Bezerra em 13 agosto 2010 às 8:40
A saúde ainda é uma questão recorrente em muitos países.Infelizmente no Brasil, ainda não há politicas eficazes para se bater essa meta.
O desafio é enorme diante de programas que se mostram ainda longe de serem acobertados por uma maioria de origem abastada, como os propostos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que ainda não alcançou seu status ideal desde sua criação em 1988.O resultado é que ainda engatinhamos na questão das políticas de saúde, e ainda tem muitas pessoas que não conhecem e/ou que não dispõem de acesso as politicas fundamentais, como ter acesso fácil a um posto de saúde ou até mesmo desconhecem programas fundamentais que, caso conhecessem, poderiam melhorar muito a condição de vida de quem precisa, como nos casos dos Programas do Pré-Natal e também da importância da amamentação. Para muitas,esse acesso ainda deixa dúvidas, pois devemos nos lembrar que essa grande massa ainda fica de fora desses programas de incentivo do governo. A falta de comunicação nesses locais ainda é grande. A saúde, então, se torna um desafio para essas populações locais. E pensar que já se foram mais de 20 anos desde a garantia da saúde plena na Constituição, mas foi até agora uma questão que ficou apenas no papel.A solidariedade é a forma de vencer esse desafio. Então, você, que conhece bem os direitos de acesso a saúde, ajude para que outras pessoas possam ter esse acesso de uma maneira mais fácil e colabore para que esses seviços básicos possam chegar ao conhecimento de todos. Só assim, poderemos vencer essa barreira.
Comentário de CLAUDINHA POETA LONDRINA BRASIL em 30 julho 2010 às 20:38
EXISTE MOVIMENTOS VIVOS
QUE NOS DÃO NORTE
DA SOLIDARIEDADE !!!

QUIÇ NENHUMA VIDA
SEJA PERDIDA !!!

PELA AUSÊNCIA
DA VIRTUDE,SORTE
E FORTUNA DOS ELEITOS

POIS NA REALIDADE
SÃO ELEITOS PARA EDUCAR
PELA VIDA ,PARA VIDA,PELO BEM-VIVER

EM SOCIEDADE !!!

O MODO-DE-PRODUÇÃO
DEVERIA FOMENTAR TODO
EQUILIBRIO DE SUSTENTABILIDADE
DA VIDA HUMANA !

POIS TODA FAMÍLIA
TEM SEUS DIREITOS HUMANOS
SOB OLHAR DA ONU

PORÉM CRISES ECONOMICAS
FOMENTAM ANOMIAS QUE SÃO VERGONHA

POIS O CAPITAL
SEMPRE VIVE NA VEIA POLITICA
COM SENDO ALGO ESPECÍFICO
PARA VIVER !!!

SENDO QUE O OLHAR HUMANISTA
BUSCA E LUTA PELO ENVOLVIMENTO
DE TODOS PELA SORRISO

NA FACE DUMA CRIANÇA,
HÁ MOMENTOS QUE MESMO
TENDO CAPITAL EM CASA

UMA CRIANÇA !!!
ESTÁ SOZINHA ,
E NA COVARDIA DO EMBATE
SEMPRE SERÁ UMA VÍTIMA
DA COVERDIA DOS QUE DEVERIAM

PROTEGE-LAS !!!

QUE TODA SOCIEDADE TENHACORAGEM
DE DENUNCIAR PEQUENAS MAZELAS DE MAUS TRATOS,
POIS SERÃ GRANDES MAZELAS NA ALMA DESSA CRIANÇA
QUANDO ADULTA ....

NEM TUDO É DINHEIRO,POIS EXISTE
O PROBLEMA DA AUSENCIA AFETIVA ADEQUADA
QUE NÃO PODE SER NEGADA

E DEVE SER DENUNCIADA
QUANDO PERCEBIDA POR EDUCADORES !!!

POIS É NA ESCOLA
QUE AS CRIANÇAS DEMONSTRAM SUAS TRISTEZAS

TRATO EMOCIONAL
É ESSENCIAL PARA QUE ESSA CRIANÇA TENHO
AUTO-ESTIMA ELEVADA E SEJA CAPAZ DE CRÊR
EM SUAS HABILIDADE DE SEGUIR SEMPRE NO

CAMINHO DA PAZ E BEM
GRATIDÃO,CLAUDINHA POETA
LONDRINA BRASIL 2010
Comentário de CLAUDINHA POETA LONDRINA BRASIL em 30 julho 2010 às 20:27

Comentário de CLAUDINHA POETA LONDRINA BRASIL em 30 julho 2010 às 20:24
SIMPLES--MENTE VIDA !!!
SIMPLES--MENTE EDUC-AÇÃO
SIMPLES--MENTE CRENÇA
SIMPLES--MENTE AMOR !!!

SIMPLES--MENTE ALMA
SIMPLES--MENTE CORAÇÃO
SIMPLES--MENTE ORAÇÃO !!!

SIMPLES--MENTE SONHOS
SIMPLES--MENTE DESEJOS
SIMPLES--MENTE PRAZERES !!!

SIMPLES--MENTE POESIAS
SIMPLES--MENTE SENTIMENTOS
SIMPLES--MENTE HUMANOS !!!

NA SIMPLI--CIDADE DO BEM

PELA VERDADE DA PAZ !!!
BEIJO DE VIDA
CLAUDINHA POETA
LONDRINA BRASIL
Comentário de Rede de Mobilização Social em 29 julho 2010 às 19:17
Claudia,

Agradecemos suas considerações sobre o panorama político e social sobre as dificuldades em que vivem as crianças brasileiras. Realmente, ainda existem muitos desafios para que as demandas na área da saúde sejam atendidas. O Brasil vive hoje um momento histórico de transição. Ainda existem muitas mazelas e grandes problemas quando o tema de análise é a assistência à saúde. Mas, alguns resultados já podem ser celebrados. Entre os anos 2003 e 2008, de cada mil crianças nascidas vivas, o registro de mortes baixou de 24,2 para 19. Até 2012, o Brasil deve cumprir com o objetivo do milênio de diminuir este número para 14, 4 mortes por cada mil crianças nascidas vivas. Esse grande passo será dado três anos antes da data limite fixada pela Organização Pelas Nações Unidas (ONU) para atingir a meta. O Brasil já pode comemorar esse grande marco. Mas ainda existem grandes desafios para diminuir as mortes entre crianças brasileiras. Por isso, o governo instituiu o Pacto pela Redução da Mortalidade Infantil Nordeste-Amazônia Legal, que tem como desafio diminuir a desigualdade entre as regiões brasileiras. O Pacto é resultado de várias ações conjuntas de políticas públicas, onde já foi possível encontrar alguns resultados positivos.


Entre eles, está o crescimento das consultas de pré-natal em todo o país. Em 2000, a média do pré-natal nas regiões nordeste e Amazônia legal eram de duas consultas por paciente gestante. Hoje, a média passou para seis ou mais consultas durante todo o pré-natal. Há dez anos, as mulheres procuravam atendimento somente na hora de dar a luz. Em áreas rurais, por exemplo, o pré-natal simplesmente não existia. Atualmente as mulheres que residem em lugares mais afastados já gozam desse benefício. Também não podemos esquecer que hoje, a população tem maior acesso à informação, o que eleva a procura aos serviços de saúde. Isso trouxe uma queda na incidência de doenças comuns durante a gravidez e no pós-parto. Cabe agora à população ter a atitude de cobrança e fiscalização dos seus direitos para com o governo . As grandes mudanças virão com a conscientização de todos de que a democracia é exercida por cada um de nós. Atualmente, vivemos um período de maior necessidade em exercer a nossa cidadania. Somente com o voto consciente e a escolha certa dos nossos governantes, que poderemos ver bons resultados. Este é o nosso maior compromisso com toda a nossa sociedade.
 

Membros (41)

 
 
 

Membros

Parceiros

© 2020   Criado por Rede de Mobilização Social.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço